segunda-feira, 28 de novembro de 2011

Passei, olhei, fiz que não vi...

Caminhando debaixo de um sol quente, rumo à lotérica para pagar contas. Passo por uma ruazinha que fica ao lado de um córrego a céu aberto. Nele há uma pequena ponte, que liga a rua onde eu estava até a que fica do outro lado do pequeno córrego.

Olho para a ponte e vejo um homem vindo lá do outro lado, mas o curioso é que ele tinha uma muda de roupas nas mãos, e tranquilamente ia jogando peça por peça no córrego enquanto atravessava a ponte. "Será um momento de desapego às coisas materiais?", penso por um segundo. Mas já acho errado o cara sair poluindo o córrego que nem salvação tem. Mal termino com meus pensamentos vendo tal cena e, lá atrás, a uns 15 metros de distância, na rua do outro lado da ponte, de onde veio o homem, aparece uma mulher gritando, "Cê vai jogar minhas roupas no córrego?!! É isso mesmo?!!".

Ela para onde está, observa sua última peça ser lançada e diz "Pode jogar, eu consigo muito mais!!", e vai embora. O homem, termina de atravessar a ponte e também segue o seu rumo, que já não é mais o mesmo que o dela.

Tudo isso aconteceu em praticamente um minuto, e quem passava pela rua, como eu, deveria estar imaginando qual seria a razão de tudo isso. Há centenas de motivos que se encaixariam nessa cena do "casal da ponte do córrego", mas após esse quase um minuto a única coisa que pensei foi "Puxa, que calor, espero que a lotérica não esteja cheia...".



Quem se preocupa demais com os problemas dos outros esquece os seus próprios problemas.



@nanajapinha

sábado, 26 de novembro de 2011

O tempo (livre) que a gente tem

Foi só ter uma folguinha da faculdade, que eu pude acordar mais tranquila, olhar no espelho e ver que meu rosto está até mais corado, ter mais paciência para arrumar minhas coisas, organizar pensamentos...
O final desse semestre, se comparado ao primeiro, foi tenso. Quando o primeiro terminou eu achei que o segundo seria mais suave e que não haveriam tantas complicações. Mas o quê eu estava pensando?! Como diz minha professora de Produção de Textos Jornalísticos, "Jornalista não tem que achar nada!".

Concordo. Na verdade, ninguém tem que achar nada.. apenas ir e fazer, ou simplesmente não fazer nada. Seja lá o que for, ou quem quer que seja... Criamos tantas expectativas, que gastamos boa parte do tempo com elas, e isso é um problema. Poderíamos colocá-las em prática, ver o que acontece, e não ficar calculando todo o tempo "o que aconteceria se....".

Não estou dizendo para sair fazendo qualquer coisa como se não houvesse amanhã. (Aí você lembra daquela música do Renato Russo que diz "é preciso amar as pessoas como se não houvesse o amanhã" e começa a desconfiar do que eu escrevi até agora. Ok, veja bem.) Se for para planejar algo, como por exemplo, coisas a cumprir a partir de hoje até o próximo semestre, faça uma lista dessas coisas (demora, eu sei..), ou mentalmente (e claro, rapidamente) vá botando em prática o que precisa fazer. Como? Ué, por ordem de importância. Todos são importantes? Pare de reclamar e vá fazer qualquer umas dessa coisas!!

Algo comum é ver pessoas dizendo "não tenho tempo para ler o conteúdo da matéria que mandam pela internet", mas é curioso como essas mesmas pessoas estão sempre nos primeiros lugares nos rankings de games das redes sociais. Certo, não quero generalizar, não é bem assim... Mas que pelo menos tempo para compartilhar aqueles memes sem graça no mural elas tem! Vai dizer que não? rs

Tá, parei.

Chego a conclusão de que às vezes não é a vida de algumas pessoas que está bagunçada, não é que elas não tenham tempo livre para fazer o que querem. Na realidade, pode ser que elas tenham tempo sim, mas sabem aproveitá-lo muito pouco, aí você concorda quando chega a sexta-feira de manhã e o assunto na timeline de pelo menos 50% dos usuários das redes sociais é "finalmente chegou a sexta feira!".. E quando a segunda feira chega, o papo é outro, um tal de "ah, que correria será essa semana...não tenho tempo pra nada!!".

Repito mais uma vez, não estou generalizando! E se você discordou do que eu disse no parágrafo anterior, e se pelo menos 50% dos usuários da sua rede não fazem esse tipo de comentário, meus parabéns! Seus amigos sabem calcular o tempo que possuem para fazer o que bem entenderem! Haha.

Esse texto foi escrito no mesmo esquema que descrevi, sem muito planejar. Não que tenha saído "aquela maravilha", mas pelo menos não fiquei mais de meia hora decidindo o que ia escrever, já que são três da manhã e preciso dormir. E vou. Fui!


@nanajapinha

quinta-feira, 24 de novembro de 2011

Novo clipe do Blink 182


Whishing Well do Blink 182, ganhou um clipe. A música faz parte no novo disco, Neighborhoods, que registra a volta da banda após seis anos.


O álbum com inéditas seria lançado em 27 de Setembro, mas as músicas vazaram na internet 13 dias antes.
E quem pensa que Whishing Well é o primeiro clipe do álbum, está enganado. Meses atrás foi lançado o Up All Night, que estreou um pouco antes do álbum vazar na internet. Está disponível também para streaming no neighborhoods.blink182.com.


Blink 182 começa em janeiro a sua turnê pela Europa, e apesar de boatos de que depois a banda viria ao Brasil, não há nenhuma informação oficial.



@nanajapinha

quarta-feira, 9 de novembro de 2011

Indicações musicais a qualquer momento - III

Olá!!

Chegou a III parte do "Indicações musicais a qualquer momento"!

1/2 dúzia de 3 ou 4
A banda paulistana composta por 8 integrantes e 3 ou 4 convidados traz humor, crítica social e auto-crítica em músicas de vários gêneros e ritmos, carregando influências diversas num show performático e interativo.
Entrando na onda daquele boato de que o fim do mundo estaria marcado para 2012, a banda iniciou um projeto em Abril de 2010 que seria o seu segundo álbum, "O Fim Está Próspero". Desde então eles vem lançando uma música  e um clipe de dois em dois meses, que no total de 11 canções, formam a Trilha Sonora (oficial) do Fim do Mundo.
Segundo o 1/2 Dúzia, a antecipação do lançamento e a inclusão das músicas nos shows com antecedência a 2012 é para não correr o risco de ninguém poder ouvir a trilha caso o mundo de fato acabe. Até então a trilha já teve convidados especiais como Tom Zé em "Classificados", André Abujamra em "De novo, Cristina?", Suzana Salles em "O Ser Humano é Muito Bobo", Wandi Doratiotto e Danilo Moraes em "Samba Desenredo para o Fim dos Tempos", Arrigo Barnabé em "Ne Cutuque Pas", entre outros.
A mais recente é "Nibiru Geral", lançada em Outubro, com a participação de Ana Gilli e Maurício Pereira.
No próximo mês, Dezembro, será lançada a última música da trilha. E eis que surge uma pergunta muito interessante de um moço chamado Henrique Ribeiro, "A trilha vai acabar porque o mundo vai acabar ou o mundo vai acabar porque a trilha vai acabar?", hehe.
Bem, não se sabe ainda.. Então fiquem atentos ao lançamento da próxima música! Vai que esse mundo véio sem portera acaba, né?
Clipe Fique Sabendo, de 1/2 Dúzia de 3 ou 4, do álbum Tudo se Torna

Clipe De Novo, Christina?, de 1/2 Dúzia de 3 ou 4 (com André Abujamra), do álbum O Fim está Próspero
  
 ► Sambô
Quem lê o nome do grupo já pensa que é samba , e não deixa de ser. Mas já imaginou músicas de rock sendo tocadas numa roda de samba?
Se sua resposta foi não, prepare-se para conhecer o Sambô, um grupo de amigos músicos profissionais de Ribeirão Preto-SP, que aproveitando os conhecimentos em outros ritmos além do samba, como rock e pop, fazem um som que chamam de "Rock-samba".
Guitarra, baixo, bateria e outros instrumentos usados no rock são substituídos por cavaquinho, tan-tan, rebolo, e mais instrumentos típicos de roda de samba. No pandeiro e voz está Daniel San, com sua voz característica de rock cantando clássicos desde (I Can't Get No) Satisfaction de The Rolling Stones, Mercedes Benz de Janis Joplin, e I Feel Good de James Brown, até sucessos do pop como This Love de Maroon 5 e um pouco de mpb com Palpite de Vanessa Rangel, além do repertório de samba. Tudo isso pode ser conferido dvd do Sambô, lançado em 2010.
 
Músicas I Feel Good (I Got You) / Satisfaction (I Can't Get No), por Sambô (dvd).

 
Música Rock and Roll, por Sambô (dvd).
► Bellize
Bellize é uma banda de São Paulo que faz um som autêntico com rock e poesia. Na estrada desde 2008, fazendo shows pela cidade, lançaram em 2011 o seu primeiro cd, Seja Onde e Como For. Logo após o lançamento entraram em turnê tocando em São Paulo, Rio Grande do Sul e Paraná, conquistando um novo público.
O show é animado, interativo, e os rapazes passam bem a mensagem e a energia do som através das músicas.
Recentemente a Bellize participou do #ShowlivreDay (edição de Outubro 2011), pela Showlivre (www.showlivre.com), apresentando as músicas Me Diz, Vem Dançar Pra Mim e Amanheceu. Em dezembro tocarão na abertura do show da banda gaúcha Doyoulike? em São Paulo.
Bellize em "Vem Dançar Pra Mim" no #ShowlivreDay - edição Outubro 2011

Bellize em "Aqui" no #ShowlivreDay - edição Outubro 2011

Bem diferentes essas indicações de hoje, né!
Curtiram???
Para mais indicações musicais é só ficar atento às atualizações do blog, que como diz o título dessa séries de posts, pode acontecer "a qualquer momento"!!!

E tem muito mais vindo por aí. Aguardem!!

Abraço!

@nanajapinha ^_~***